segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Como matemática...


Hoje posso dizer que ja aprendi um pouco da matemática do diabetes.
Como assim??? Matemática???

É mais ou menos por aí, são números, frações, unidades, peso, tudo isso multiplicados ou divididos entre si.
Não adianta dizer que em diabetes se sabe tudo, ninguém sabe tudo, se soubessem já existiria a cura.
Diria que diabetes é um desafio matemático, nós sabemos o que fazer, como fazer mas nem sempre o resultado será o que esperamos, é como se existisse uma parte do calculo que ainda não foi descoberto.
Hoje, a rotina, os cuidados, tudo já é feito naturalmente, é como se o Igor tivesse nascido diabético, como se fizesse parte da rotina de todos o dextro, contagem de carboidratos, aplicação de insulina, tudo tem sido muito natural.
Boa parte da minha preocupação com o Diabetes foi resolvido, consegui transferir o acompanhamento dele para o IEDE , imagina a sensação de vir de uma consulta com Lantus, Novorapid, Tiras reagentes... É maravilhoso saber que você só terá que se preocupar em comparecer a próxima consulta no que diz respeito a insulina e tiras, isso já é um peso a menos no orçamento e estresse a menos.
Por uma lado estou meio triste, a Equipe do MARTAGÃO GESTEIRA, é simplesmente maravilhosa, não quero abandona-los, mas aí eu fico pensando... se eu continuar com duas matriculas no SUS não estarei tirando a oportunidade de alguém de receber atendimento? As coisas no SUS, são tão estranhas...
Infelizmente tenho que levar em conta também a parte financeira da família, e muito em conta... Bem que Eduardo Paes podia tomar um chá de simancol e fazer o que deve ser feito, mas parece que a prefeitura vai de mal a pior no quesito Assistência do SUS.
Esse mês, é o mês das consultas medicas, pediatra, oftalmologista, alergologista, otorrinolaringologista e para o mais velho incluiremos ortopedista, é... já está dando sinais de um problema de família, uma perna mais curta que a outra, não dá muita diferença, porém mais tarde... haja coluna, com ele quero fazer diferente, tentar reverter isso desde cedo...
Eu tiro um mês para as consultas por que os exames fazemos todos juntos, é mais fácil.
Desde que o diabetes surgiu as alergias do Igor simplesmente desapareceram, quer dizer, não se manisfetaram, mas duvido se não estão lá, quietinhas esperando uma bobeira pra se manisfetar, elas são assim traiçoeiras.
Enfim, estamos passando o inverno sem crises respiratórias, temos irritações no joelho e cotovelo por conta do ressecamento típico do inverno, o mais velho também está com irritações no rosto e nos braços.
Pra quem já voltou de uma consulta pra se desfazer de colchões, lençóis e roupas com mais de 6 meses de uso, tenho certeza que resolver isso vai ser moleza.
Acho que quando aceitamos um diagnóstico, nos conformamos com ele e buscamos viver o melhor possível com ele as coisas ficam mais fácil, uma coisa eu entendi, quanto mais eu maldizer o diabetes, as alergias mais elas provocarão a minha fúria.
Todos os dias eu espero a cura, e vou espera-la enquanto eu viver.
Quero chegar ao resultado exato e único dessa formula matemática.

3 comentários:

  1. Sem dúvida....um dia de cada vez, pensamento positivo e sempre com cálculos!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Você tem que ir com encaminhamento do posto de saude local, não é dificil, leve todos os exames e explique que lá é referencia e precisa de um encaminhamento, depois compareça a marcação de consultas com o encaminhamento mais documentos e comprovante de residencia, eles só marcam até as 3 da tarde

    ResponderExcluir