quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Sem tempo, sem inspiração

Tenho andado assim, sem tempo e sem inspiração.
O mês de Janeiro foi uma correria só, alias passou voando, nem percebi, acho que por conta da ansiedade.
Posso dizer que 80% do que tomava meu tempo com energia ruim ficou em 2010 e são tantas coisas novas, tantas outras coisas para me empenhar positivamente que estou ansiosa.
Ontem foi o 1º dia de aula do Arthur no colégio novo, pela primeira vez o vi desejar ir a escola neste dia. Está tão empolgado, tão empolgado que ja esta lendo o paradidatico do 1º semestre, é um bom livro, eu também vou ler.
As aulas do Igor começam na segunda, dia 7, estou preparando um documento explicativo sobre diabetes e os procedimentos enquanto estiver na escola, e como sou prevenida, eu faço em duas vias, assinamos eu, o pai e a coordenadora, e espero que, diferente do colégio anterior eu não precise escrever todos os dias a mesma orientação.
Estou tentando reprogramar meu relógio biológico, nunca fui de acordar cedo nem dormir cedo, até outro dia acordava pra aplicar insulina e dar o café da manhã do Igor e voltávamos a dormir, mas agora, as 6:00 estar de pé tem me feito bem, mas a parte criativa ainda está meio confusa.
Se achar é um negocio muito doido, retomar o controle da situação é como reaprender a andar, nunca imaginei que estivesse tão longe de mim mesmo, relações tumultuadas e insatisfatorias nos fazem perder o rumo.
O diabetes está totalmente sob controle, neste mês apenas uma hipo avisando bem a que veio, e dentro da piscina... De repente começou a brigar com o irmão e os primos sem motivo, havia comido há menos de 2 horas... 56mg/dl, ainda bem que eu estava por perto.

12 comentários:

  1. Olá!

    O meu nome é Carla e sou de Portugal. Tenho 23 anos e descobri há dois meses que tenho Diabetes Tipo 1. Desde então que me tento informar ao máximo sobre tudo o que me possa dizer respeito. Gostei muito do seu blog!!

    Se me quiser visitar comecei hoje aqui: http://avidapodeserdoce.blogspot.com/.

    ResponderExcluir
  2. Oi Sarah!
    Tudo bem?
    Bom como vc falou ganhar o processo e fácil, agora receber está sendo dofícil..rsrsrs
    Saiu a sentença mais ou menos no começo do mês de Janeiro e até agora a prefeitura não foi notificada.
    Queria saber com vc, sobreo o Dr. Jorge eu tenho uma consulta com ele dia 16/02, será q posso falar com ele sobreo processo, pois queria receber as fitas tbem pelo Fundão, se puder ligue pra mim.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Hoje é o primeiro dia de aula de PH. O Colégio de Kaio adiou por tempo indeterminado o inicio das aulas. Já estou entendendo o por que dele ter insistido tanto em estudar lá.

    Voltarei a labuta normal e rotineira de antes durante a semana depois de regularizar o que é necessário!

    Assim é a vida querida!

    ResponderExcluir
  4. Prezado,

    Visitamos seu site e achamos que Vso. conteúdo é semelhante ao nosso, portanto pode ser interessante para nossos visitantes.

    Sendo assim coloquei um link para o seu site em nossa área de Parceiros. Caso tiver interesse em alterar a descrição que fizemos para indicar seu site, ou qualquer outra idéia de de promoção ou parceria, me avise.

    Agradeceria se pudesse colocar um link de volta para nosso Blog, com o termo "Sintomas Diabetes" linkando para o endereço "http://www.sintomasdiabetes.net"


    Grato pela atenção,

    Ricardo Braga
    http://www.sintomasdiabetes.net/

    ResponderExcluir
  5. Ministério da Saúde22 de fevereiro de 2011 16:42

    Olá, blogueiro(a)!

    Através do programa Saúde Não Tem Preço, agora os brasileiros passam a ter acesso gratuito aos medicamentos para controle da diabetes e hipertensão.

    Seja nosso parceiro e utilize seu espaço para divulgar esta novidade. Se tiver interesse em colocar algum material da campanha em seu blog, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

    Para saber mais sobre a campanha, acesse: www.saudenaotempreco.com

    Você também pode nos seguir no Twitter: www.twitter.com/minsaude

    Obrigado,

    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  6. “LEI Nº 11.347, DE 27 DE SETEMBRO DE 2006.
    Art. 1o Os portadores de diabetes receberão, gratuitamente, do Sistema Único de Saúde – SUS, os medicamentos necessários para o tratamento de sua condição e os materiais necessários à sua aplicação e à monitoração da glicemia capilar. ”

    “PORTARIA Nº 2.583 DE 10 DE OUTUBRO DE 2007.
    Art. 1º Definir o elenco de medicamentos e insumos que devem ser disponibilizados na rede do Sistema Único de Saúde, destinados ao monitoramento da glicemia capilar dos portadores de diabetes mellitus, nos termos da Lei Federal nº 11.347, de 2006.

    I – MEDICAMENTOS:
    a) glibenclamida 5 mg comprimido;
    b) cloridrato de metformina 500 mg e 850 mg comprimido;
    c) glicazida 80 mg comprimido;
    d) insulina humana NPH – suspensão injetável 100 UI/mL; e
    e) insulina humana regular – suspensão injetável 100 UI/mL.

    II – INSUMOS:
    a) seringas com agulha acoplada para aplicação de insulina;
    b) tiras reagentes de medida de glicemia capilar; e
    c) lancetas para punção digital.

    Art. 2º Os insumos do inciso II do artigo 1º devem ser disponibilizados aos usuários do SUS, portadores de diabetes mellitus insulino-dependentes e que estejam cadastrados no cartão SUS e/ou no Programa de Hipertensão e Diabetes – Hiperdia.
    § 1º As tiras reagentes de medida de glicemia capilar serão fornecidas mediante a disponibilidade de aparelhos medidores (glicosímetros).
    § 2º A prescrição para o automonitoramento será feita a critério da Equipe de Saúde responsável pelo acompanhamento do usuário portador de diabetes mellitus, observadas as normas estabelecidas no Anexo a esta Portaria.”
    Art. 3º
    II – as ações programáticas abordarão componentes do cuidado clínico, incluindo a promoção da saúde, o gerenciamento do cuidado e as ATUALIZAÇÕES técnicas relativas a diabetes mellitus;”

    onde está a novidade desse NOVO PROGRAMA?
    Eles deviam divulgar que o HIPERDIA não funciona como deveria, que eles não tem noção de como está a saude dos diabeticos do Brasil que os clinicos gerais que estão cuidando dos diabeticos nas maioria dos portos de saude do Rio de Janeiro, que os tipo 2 em grande maioria não fazem monitoração capilar por que segundo os medicos do SUS não são insulinos dependentes, a maioria não tem noção do que é Hemoglobina Glicada.

    Meu filho não obteve controle com a NPH, foi-lhe receitado a Lantus e Novo Rapid, tenho descontos concedidos pelos laboratorios, também tenho um processo judicial para garantir o fornecimento que não é obedecido como deveria.
    Entregamos a receita e recebemos dois meses depois as insulinas suficientes para 4 meses, dois meses depois de receber devemos entregar uma nova receita atualizada e assim segue o processo, recebi insulinas em Dezembro de 2009 e depois em Setembro de 2010 as receitas foram entregues nas datas previstas, entreguei a ultima em Novembro deveria receber as insulinas em Janeiro, até hoje nada e os telefones simplesmente não funcionam, eu posso comprar, mas quem não pode faz o que?
    Nem na lista de desconto da Farmacia popular essas insulinas constam, cadê o tratamento referencia para o tipo 1? SABE-SE QUE CONTROLAR A GLICEMIA DE UMA CRIANÇA É MUITO MAIS DIFICIL E EXIGE UM MONITORAMENTO CAPILAR MAIOR, porque não deixar a criterio medico a distribuição de fitas de acordo com a indicação?
    Eu simplesmente não entendo, eu gostaria de entender…
    Se existe a Lei, porque apenas não cumpri-la como deveria? A lei existe e pelo menos por mim, jamais será esquecida.
    QUE SE FAÇA NO SUS UMA ATUALIZAÇÃO TECNICA RELATIVA A DIABETES MELLITUS TIPO1 E TIPO 2.

    ResponderExcluir
  7. A rede da Farmácia popular está crescendo no Brasil. Você também pode credenciar sua farmácia e se tornar parceiro do programa Saúde Não Tem Preço. Saiba como: http://bit.ly/eCBsnR.
    Siga-nos no Twitter e fique por dentro desta campanha: www.twitter.com/minsaude
    Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  8. Sarah,vc faz perguntas importantes e acho que o responsável pela comunicação do Ministério da Saúde deveria responder: 1. Cadê o tratamento de referencia do Diabetes Tipo 1? 2º)Atualização técnica no tratamento do Diabetes 1 e 2.

    ResponderExcluir
  9. Deselho-lhes superação. Imagine, meu marido hoje toma uma injeção especial para não ter hipo, mas até na rua e outra vez desmaiado dentro do carro o encontrei. Já brigou em um supermercado quando tentaram levá-lo para o hospital, pediu para uma moça que ia passando para estacionar o carro. E depois achou que estava sendo assaltado. Bateram nele, chamaram os bombeiros e o deixaram esperando numa fila do hospital público. Só não morreu, porque o rapaz do mercado, deu os documentos para o bombeiro que leu a carteira escrito que era diabético. Então, quando me ligaram perguntando qual droga tomou, eu disse que era para atendê-lo imediatamente, pois estava com hipoglicêmia. O rapaz me deu o endereço e falou que tinham acabado de ver na carteirinha. Ele tem uma particularidade rara: hipoglicêmias repentinas, a glicose cai de maneira drástica e inesperada, levando-o a ter crises alucinógenas. Inclusive, já tentou se jogar pela janela, gritando que eu era um assaltante. Nada para assustá-la, o caso dele é diferente. Mas para compartilhar.Hoje toma insulinas Lispro e Lantus e não passamos mais por isso. Beijos, e muitos sorrisos para o seu gatinho.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo Blog.É muito bom saber que não estamos sozinhos.
    Faz um ano, descobri que meu filho de 12 anos tem diabetes tipo 1.
    Meu marido tem duas irmãs e cada uma delas tem um filho diabético tb.
    Mesmo após o terror inicial do diagnóstico e da internação, eu ainda sofro muito. Choro muito.
    Agora convivemos com a entrada do nosso filho na puberdade e com as crises crescentes de hiperglicemia.
    Espero poder compartilhar minhas experiências tb.
    Abç
    Fernanda Ares

    ResponderExcluir
  11. oi sara meu nome e Emiliana,ha 5 meses que descobrir que meu filho Davi tem diabetes,ainda esta sendo muito dificil pra mim,mas pela primeira vez vi seu blog e vc pensa como eu,sou mae solteira nao estou trabalhando pra cuidar dele,ate pra escola eu tenho que ir com ele,pois a escola nao tem estrutura para uma criança com diabetes,eu tbem tenho um filho de 10 anos,mas hpje por exemplo estou mim sentindo muito mau,tem hora que acho que nao vou guentar,mim ajude por favor meu msn e emilianamonteiroo@hotmail.com,more no ceara,tenho que mim cpomunicar com vc.bjus

    ResponderExcluir
  12. Olá Blogueiro(a)!
    Conheça e utilize o conteúdo do portal de Saúde Medicando com artigos e reportagens produzidas por excelentes profissionais do setor. Você também pode se cadastrar e receber gratuitamente a revista digital Medicando. É rápido e simples! Acesse: www.medicando.com.br.
    Equipe Medicando

    ResponderExcluir