sábado, 18 de julho de 2015

6 ANOS DE DIAGNÓSTICO.

Era uma manhã de sábado, por volta das 10 horas quando demos entrada numa emergência com o Igor completamente desidratado. O sangue não passava na agulha de tão grosso, exame com glicosímetro HI, subimos direto para UTI depois de ouvir os médicos e enfermeiros falando: 
- É diabetes.


"A Diabetes não é o fim do mundo , mas sim um novo mundo a ser descoberto"*


Durante 6 anos muitas coisas acontecem, alguém passa no vestibular e se diploma, uma criança nasce, se desenvolve e aprende a ler. Nós aprendemos a lidar com o diabetes de maneira amigável.
Eu olho pra trás, tento e não consigo imaginar uma vida sem diabetes, acho que estamos tão satisfeitos com nossas vidas que não conseguimos imaginar outra.
Lógico que se tivéssemos a opção de não ter diabetes na nossas vidas agarraríamos com todas as forças, mas falo do geral.
Não queria deixar de ter conhecido todos vocês, não queria deixar de ter todas as amizades que conquistamos, de ter dividido todas as emoções que dividimos.
Pelo menos aqui em nossa família podemos dizer que amamos o nosso mundo com diabetes, parece utopia, meio viagem de quem não quer enxergar a realidade de uma doença crônica, mas não é.
Aprendemos sobre simplicidade, igualdade, lealdade, amizade de uma maneira que não consigo imaginar como eu aprenderia sobre tudo isso com a mesma profundidade em outro ambiente.
Antes de escrever conversei um pouco com o Igor, porque queria entender como ele vê tudo isso, como ele olha pra trás. Primeiro pedi que ele comparasse as fotos da imagem e me sugerisse uma legenda para cada. Como me emocionou, ele lembra que era feliz e que hoje também é feliz! Ele não vê diferenças.

Embora seja necessário o controle do diabetes todos os dias, durantes as 24 horas não é isso que nos resume, somos pessoas como todas as outras, buscando a felicidade, errando, acertando e não será o diabetes que vai nos impedir de sermos pessoas incríveis com uma vida fantástica.

Tambem pedi ao Igor que escreve algo, para não sair do computador me enviou um email (Ahhhh o computador tem sido um problema pra nós):

"Oiee , hoje dia 18 de julho faço 6 anos que fui diagnosticado com Diabetes Melitus Tipo 1 , nesses 6 anos , mudou muita coisa de lá pra cá , fiz novos amigos , descobri novas coisas , viajei para outra cidade >.< , conheci o NR , Mark Barone , e muitas outras pessoas com diabetes como eu . eu acho q se não fosse pelo diabetes , eu acho q n tenho idéia de como seria , e óbvio como todas as outras coisas , sempre tem uma parte chata como , ficar medindo a glicose quando for brincar , ficar medindo a glicose e colocando na bomba antes de comer qualquer coisa , não exagerar na comida ( bom isso ninguém pode fazer ) . enfim , Feliz aniversário pra mim Emoji"
Sim, o Igor esta naquela fase que tudo que tira ele da diversão é chato. estudar, tomar banho, ajudar nas tarefas de casa, fazer dever escolar e não seria diferente com os cuidados com o diabetes, ele tem aceitado a alimentação, tomando decisões saudáveis, e sim, comemoramos a oportunidade de viver, pra nós é como se fosse uma segunda chance e estamos agarrados a esta chance de conhecer um novo mundo, este novo mundo é o meu mundo, o seu e de todos que de certa maneira estão envolvidos com o diabetes, são médicos, enfermeiros, educadores, voluntários, o farmacêutico, e essa grande família que formamos.
Obrigado a todos por nos ajudar de alguma forma a caminhar.

Não podemos mudar o passado, mas podemos aceitar nosso presente e caminhar para um futuro promissor.


*APDJ - Associação Pernambucana de Diabetes

3 comentários:

  1. Parabéns .... Vocês são incentivo para muitas famílias ...

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto, Igor e Sarah! Obrigada, mais uma vez, João também está nessa fase, saímos de uma glicada 7,0 para 9,1...agora ajustamos a insulina, o difícil está sendo controlar a boca do aborrecente!

    ResponderExcluir
  3. Se não tratada adequadamente, a diabetes pode causar problemas de saúde muito sérios, por isso, acho importante divulgar informações que ajudem as pessoas a entender um pouco mais sobre a doença.
    Neste vídeo, o endocrinologista José Henrique Pereira de Castro explica o que é diabetes, suas causas, sintomas e tratamento.
    Acho essas informações importantes tanto para quem tem a doença e já sabe ou conhece quem tem, quanto para quem não tem ou não foi diagnosticado, para que todos fiquem atentos a uma doença que tem crescido muito no país e com grande parte de seus portadores não sabendo.
    Espero que ajude muitas pessoas! :D
    https://www.youtube.com/watch?v=CQ-WYiMGKoQ

    ResponderExcluir